Seguro de vida

Vida

Quando a vida da nossa família depende da nossa própria vida, as responsabilidades são redobradas.

Imagine o que seria, se de repente, lhes faltasse…

  • Poderiam continuar a viver nas mesmas condições?
  • Teriam estrutura económica para se manter?

Não deixe que aqueles que ama e dependem de si, tenham problemas materiais caso lhe aconteça uma situação prematura de morte ou invalidez, doenças graves e outras. As segure a estabilidade financeira, que garanta o desenrolar normal dos projetos de vida familiar, através de um pequeno investimento, assegure a segurança familiar e o bem-estar dos que lhe são mais queridos.

O QUE NÃO SABIA SOBRE O SEGURO DE VIDA

O seguro de vida pode fazer muito por si, mais do que imagina!

Se achava que o único propósito deste seguro era o de suprir as necessidades financeiras de sua família caso lhes faltasse e não pudesse cumprir esse papel:

Nós queremos dar-lhe uma nova perspetiva. 
O seguro de vida, protege contra as incertezas do futuro. Quer saber como?

Primeiro, não são apenas os seus familiares que poderão fazer uso da indemnização recebida, caso algo lhe aconteça. Existem diversas coberturas do seguro de vida individual ou coletivo que podem ser utilizadas pela própria pessoa, por exemplo:

Invalidez permanente provocada por acidente ou doença

Perante a incapacidade permanente, que o poderá impedir de trabalhar, facto que reduzirá a sua capacidade de ganho, é a pessoa segura que receberá o capital contratado no seguro.

Doenças graves

As doenças graves são cada vez mais frequentes e todos estamos expostos a este risco. Quando surge uma doença grave, incapacita, pelo menos temporariamente a pessoa para o seu trabalho e o seu tratamento requer capital para fazer face às despesas: internamento, tratamento, deslocações e medicamentos.
O seguro de vida, adianta o capital contratado pelo diagnóstico da doença grave, servindo este para fazer face a estas despesas imprevistas.
É importante realçar que essa indemnização é independente da cobertura de morte. Ou seja, mesmo que a ocorrer o óbito mais tarde, os herdeiros receberão o valor integral estipulado na apólice.

PORQUE, PRECISO DE UM SEGURO DE VIDA?

Temos que refletir para percebermos a importância de ter um seguro de vida. É um assunto que nem sempre damos muita importância, essencialmente por ser um assunto de que não queremos parar para pensar, muito menos nessa eventualidade.

Mas como será lhe acontecer algo? Como ficam os seus filhos? Esposa/marido? Pais, ou outros dependentes? Tem forma de lhes garantir um mínimo de conforto numa situação de perda? É aqui que o seguro de vida fará toda a diferença.

E não só para a sua família mas para si próprio! Já pensou na eventualidade de um acidente de que resulte uma invalidez permanente acentuada, sem possibilidade de trabalhar e com contas para pagar?

MAS PARA QUE SERVEM EXATAMENTE OS SEGUROS DE VIDA?

Os seguros  ajudam a trazer um conforto e segurança no dia de amanhã.

Têm um carácter compensatório, ou seja, não é possível valorar a vida humana porque uma vida não tem preço.

Dessa forma, os seguros de vida garantem um capital que é negociado diretamente entre a seguradora e o seu cliente e que servirá de compensação ou indemnização.

QUE TIPOS DE SEGUROS DE VIDA EXISTEM?

Existem diversas modalidades de seguros de vida com diversos preços no mercado. Os valores divergem consoante as suas coberturas, capitais e seguradoras.

Os seguros de vida, podem ter várias coberturas, cobrem nomeadamente:

Morte – A seguradora paga o valor da cobertura previamente acordado, em caso de morte durante o contrato, aos herdeiros ou beneficiários da pessoa. No caso de ser associado a um crédito habitação, o beneficiário é o banco.

Vida – Mais conhecidos como poupança. A seguradora paga o capital apenas quando a pessoa segura está viva no final do contrato.

Invalidez Total Permanente ITP – É uma cobertura que permite estar protegido em caso de uma invalidez total e permanente entre 60% a 66% e para a profissão (dependente da seguradora e do pacote que escolher.

Invalidez Absoluta e Definitiva IAD – É uma opção que funcionará só para invalidez mais grave que requeira a ajuda de uma terceira pessoa para realizar as coisas essenciais da vida: alimentar-se, vestir-se, etc….

Qual a diferença entre as coberturas de Invalidez Total e Permanente – ITP e da Invalidez Absoluta e Definitiva – IAD?

O seguro de vida crédito habitação com a proteção deInvalidez Total e Permanente irá protegê-lo numa situação que ocorra uma invalidez originada por um acidente ou uma doença, cujo infortúnio resultem numa invalidez de grau igual ou superior entre os 60 a 66%, dependendo da seguradora. Esta proteção está diretamente associada a uma atividade profissional ou atividade compatível que esteja habilitado. A InvalidezAbsoluta e Definitiva só será passível de acionar para “grande invalidez ”frequentemente as seguradoras classificam “invalidez que não permita à pessoa segura fazer as coisas elementares da vida tais como: alimentar-se, vestir-se, fazer a sua higiene…” e que para as realizar necessite da ajuda de outra pessoa.

Não sabe qual das opções tem atualmente no seu Seguro de Vida?

Consulte as condições particulares da sua apólice ou contacte-nos, tentaremos ajudamo-lo.

Quais são os prazos e os processos de transferência do seguro de vida?

De forma a cumprir os prazos legais estabelecidos para a transferência do Seguro de Vida e de dar conhecimento à entidade bancaria, onovo seguro iniciará 30 dias após a subscrição. Desta forma, cumprimos o prazo de comunicação e apresentação de uma nova apólice, assegurando que não existe duplicação de Seguros de Vida e evitando assim duplicação de cobrança de valores. Toda a documentação é enviada para a sua validação e assinatura.

informação constante deste site sobre este ou outro seguro não dispensa a consulta da informação précontratual e contratual legalmente exigida.